Médico japonês de 105 anos da dicas para viver muito e ter saúde como ele.

Dr. Shigeaki Hinohara do Japão no ano passado tinha 104 anos. Quando o médico tinha 97 anos de idade, em uma entrevista, ele deu conselhos para poder viver uma vida saudável e longa.

Higeaki Hinohara é um dos médicos de maior duração como médico e professor. As mãos frescas de Hinohara foram lendárias no Japão. Desde 1941 curou muitos pacientes no St. International Hospital. Luke em Tóquio e ensino na St. Nurse School. Luke.

Ele publicou 15 livros desde o seu 75º aniversário, incluindo “Living Long, Living Good”, que vendeu mais de 1,2 milhão de cópias. Como fundador do New Eldery Movement, Hinohara incentiva todos a viver vidas longas e felizes, que é o melhor exemplo de pais felizes e duradouros.

O doutor Shigeaki Hinohara tem alguns segredos para a longevidade e tem uma felicidade de vida. Seguindo o conselho de Hinohara:
A energia vem de um sentimento pacífico, não de comer bem ou dormir muito. 
Devemos nos lembrar quando éramos crianças, quando nos divertimos, muitas vezes nos esquecemos de comer e tirar uma soneca. Eu acredito que podemos continuar esse hábito quando crescemos. É melhor não dominar o corpo, aplicando rígidas regras para o almoço e dormindo a tempo.
Todas as pessoas que vivem por muito tempo, independentemente de diferentes nações, raças e gênero têm uma coisa em comum: nenhuma tem excesso de peso. 
Para o café da manhã eu bebi café, um copo de leite e suco de laranja misturados com uma colher de azeite. O azeite é excelente para vasos sanguíneos e mantém minha pele saudável. Almoço com leite e alguns pedaços de pastelaria .  Eu nunca sinto fome porque me concentro no trabalho. Jantar com vegetais, um pouco de peixe e arroz, e a cada duas semanas, como 100 gramas de carne.
 Planeje

O planejamento permite que possamos desfrutar tudo da melhor maneira e geralmente nos dá mais tempo para fazermos outras atividades.

cghytr6jmk

Cuidado com a obsessão pelo dinheiro

Isso é um veneno e afasta muita gente.

A vida, como todo mundo sabe, é passageira e ninguém vai levar nada depois que morrer.

Compartilhe a ciência que você possui. 

Ensino cerca de 150 vezes por ano, algumas para crianças em 100 escolas primárias, outras para 4.500 pessoas de negócios. Geralmente eu falo de 60 a 90 minutos cada ensino, de pé e mantendo-me forte.
Quando seu médico recomenda ter um exame médico ou cirúrgico, pergunte se o médico tomará a mesma decisão se ele ou sua esposa ou filho também experimentarão o que você está experimentando. 
Contrariamente à confiança da maioria das pessoas, os médicos não podem curar a todos. Então, por que passar por dor desnecessária porque a cirurgia, se possível, com música ou terapia para animais de estimação pode ser um curador alternativo eficaz do que o médico imagina.
Para se manter saudável, torne-se o hábito de usar escadas e levar suas próprias coisas com você. 
Eu pisei dois passos de cada vez, para manter meus músculos em movimento.
Minha inspiração vem do poema de Robert Browning intitulado “Abt Vogler”.
Meu pai geralmente me lê. Sua poesia me encorajou a fazer uma obra-prima, não apenas um pequeno acidente vascular cerebral. É mencionado que sempre tentamos desenhar um círculo muito grande que nunca será feito enquanto ainda estivermos vivos. Tudo o que podemos ver é um arco; O resto está fora de nossa vista, mas ele permanece distante.
A dor é misteriosa, e a alegria é a melhor maneira de esquecer.
Se uma criança está tendo uma dor de dente, e você começa a brincar com ele, ele logo esquecerá a dor. Os hospitais devem atender às necessidades básicas de seus pacientes, eles devem permanecer felizes. Em St. Luke forneceu música e terapia animal, bem como aulas de arte.


Não desperdice tempo

Trabalhe, estude, cuida da sua vida espiritual, faça exercícios, se relacione bem com as pessoas, descubra novos prazeres e seja muito feliz!

Encontre alguém que você possa definir um exemplo e tente ir além do que o seu exemplo conseguiu.
Meu pai foi para a América em 1900 para estudar na Duke University, Carolina do Norte. Ele é um pioneiro e um dos meus heróis. Tentei seguir os passos do meu pai, e quando eu vacilou, perguntei-me como poderiam resolver o problema.
A longevidade é uma coisa notável. 
Até os 60 anos de idade, era fácil trabalhar apenas para a família e alcançar um objetivo. Mas depois desse ano, devemos nos esforçar para contribuir com o meio ambiente. A partir dos 65 anos, trabalhei como voluntário. Eu continuo trabalhando 18 horas por dia durante sete dias e adoro cada minuto do meu trabalho.

Não se preocupe demais

O doutor Shigeaki Hinohara foi sequestrado quando tinha 59 anos e passou quatro dias num calor de 40 graus, algemado numa cadeira.

Ele sobreviveu, pois soube resistir a toda essa pressão.

LEIA TAMBÉM:

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.