Bebê é achada com ‘tampa de concreto’ em bueiro em SP e choro de agonia a salva

Algumas histórias são chocantes, mesmo quando terminam com um final feliz. Neste sábado, 1 de março, um bebê foi resgatado, após o seu choro de agonia ser ouvido de dentro de um boeiro. A situação ocorreu na Zona Leste do estado de São Paulo e teve grande repercussão, virando notícia em todo o país.

Uma equipe de policiais militares do estado de São Paulo recebeu um chamado de uma pessoa que passava pelo local, onde a criança foi encontrada. Essa pessoa ouviu o choro do bebê e, desesperada, decidiu chamar por socorro. Agentes do 9º batalhão da Polícia Militar de São Paulo foram até ao local e comprovaram que, de fato, o choro vinha de dentro do bueiro de esgoto. A tampa do local era de concreto, o que dificultou a retirada da criança do local.

Após a retirada do bebê, policiais militares checaram se ela estava com sinais vitais. Após a comprovação de que a criança estava viva, ela foi levada para o Hospital Vila Nova Cachoeirinha. No local, os profissionais atenderam o bebê e, após análises, chegaram a conclusão de que a neném teria apenas vinte dias de vida.

No Facebook, o batalhão responsável pelo resgate comemorou o fato da criança ter sobrevivido. Eles aproveitaram a situação para alarmar a população de que denúncias são muito importantes e que, muitas vezes, salvam vidas, como no caso da bebê.

“Sua denúncia salva: ao ouvirem o choro, policiais militares abriram a tampa do bueiro e encontraram um bebê de 20 dias abandonado em meio à sujeira”, escreveu o órgão de segurança em seu perfil na rede social.