Com coração partido, mãe faz apelo após filha morrer com coronavírus

A pandemia por Covid-19, tem causado pânico em parte em grande parte da população, outras pessoas, no entanto, acreditam que o novo coronavírus seja uma gripe e que muitos estão exagerando nos cuidados e causando um pavor sobre a doença.

Vivenciando na pele o que é perder um ente querido devido a infecção por Covid-19, uma mulher britânica, usou as redes sociais para fazer um apelo e alertar a população mundial. A publicação comovente é de uma mãe, que perdeu a filha de 21 anos na luta contra o vírus.

O caso aconteceu em High Wycombe, Bucks, no Reino Unido, a jovem de 21 anos, Chloe Middleton, morreu após contrair Covid-19, mesmo não tendo nenhum problema de saúde que pudesse complicar seu quadro.

A mãe, Diane Middleton, publicou em seus perfis das redes sociais, um apelo para que as pessoas se conscientizem da gravidade do problema causado pelo coronavírus. “A todas as pessoas que acham que é apenas um vírus, pensem novamente”, relatou Diane que seguiu dizendo, “Falando de uma experiência pessoal, esse vírus tirou a vida da minha filha de 21 anos”, desabafou a mãe.

De acordo com as informações publicadas por Diane, sua filha pode ser a pessoa mais jovem que faleceu sem ter doenças pré-existentes, no Reino Unido. A família faz um apelo para a sociedade, implorando para que todos fiquem em suas casas, para evitar que o vírus se espalhe, assim evitando uma contaminação em massa.

Emily Mistry, tia de Chloe, também usou as redes sociais para falar sobre a sobrinha. Destacou qualidades que a jovem possuía, afirmando que era uma pessoa linda, com coração gentil e saudável. Emily escreveu também, como está sendo difícil e doloroso para a família enfrentar esta perda irreparável. “Estamos despedaçados”, lamentou. “A realidade desse vírus está se desenvolvendo na nossa frente. Por favor, respeite as recomendações do governo. Faça a sua parte. O vírus não está se espalhando, pessoas que estão espalhando o vírus”, finalizou.

Via: vogue.globo.com