Pais se recusam a abortar bebê deformado e emocionam o mundo após transformação da criança

Um filho é certamente o momento mais especial que qualquer pessoa pode ter na vida, ainda mais quando se trata do primogênito de um casal. Sara Heller e Chris Eidam tiveram essa bonita missão para cumprir, mas descobriram algo diferente na criança quando ela estava na vigésima quarta semana de gestação.

Com o diagnóstico, veio uma decisão difícil. Os médicos insistiam no aborto, os pais estavam confiantes e recusaram esse procedimento desde o início.

Durante uma ultrassonografia foi constatado que Brody tinha o chamado lábio leporino, em que, na maioria dos casos, é a separação dos lábios superiores. Porém, no caso dele era um pouco mais grave, igualando a apenas um outro caso no mundo. Foi por isso que os pais foram indagados pelos médicos se eles não queriam interromper a gravidez.

se-recusaram-a-abortar-8-760x950

A criança nasceu e Sarah se chocou com os comentários maldosos que ela recebia. Porém, ao invés de entrar na discussão, ela fez melhor, começou a falar para as pessoas sobre as doenças do seu filho para, com isso, mudar a má interpretação dessas pessoas.

Durante um jantar em que eles estavam, os pais foram surpreendidos. O garçom deixou sobre a mesa um guardanapo embrulhando um cheque com os dizeres: “para seu lindo bebê”. Com essa doação, eles conseguiram pagar os custos dos medicamentos e os outros procedimentos cirúrgicos que eram necessários.

Assim, a criança se transformou e todos estão felizes e radiantes com a melhora do pequeno Brody.

tbr5img8

A ajuda de um estranho mudou para sempre a vida dessa família, que precisava muito da ajuda das pessoas ao invés de ouvirem críticas. Então, foi com o auxílio de um desconhecido que eles conseguiram vencer essa dura batalha.