Coronavírus: novo protocolo pode mudar indicação do uso de máscaras

Com o aparecimento do novo coronavírus, está havendo mudanças na rotina de milhares das pessoas pelo mundo inteiro. Numa tentativa de tentar conter a disseminação desenfreada do vírus, a Organização Mundial de Saúde orientou que os países adotem o isolamento social. Além disso, os cuidados básicos de higienização devem ser mantidos.

Uma outra medida observada em alguns países é o uso de máscaras. Contudo, no Brasil a orientação é que ela deve ser usada por profissionais que trabalham na área da saúde ou pessoas que estejam com sintomas da Covid-19. Como o avanço da doença, o Ministro da Saúde já estuda mudanças no protocolo do uso de máscaras.

Segundo Mandetta, o uso das máscaras deve ser indicada em algumas situações. Nesta quinta-feira, 31 de março, ele falou que a sua equipe está preparando um novo protocolo que vai orientar as diretrizes para produção do equipamento de proteção com TNT e também as orientações para o seu uso.

A restrição imposta atualmente visa evitar a manipulação inadequada da máscara e ao invés de se ter uma proteção o feito ser o contrário que é ajudar a propagar ainda mais a doença. Outro motivo é o produto escasso no mercado brasileiro. Inclusive, o próprio ministério chegou a indicar o uso de máscaras caseiras por pessoas que tivessem sintoma.

Essa alternativa tem o objetivo de deixar disponível máscaras cirúrgicas para os profissionais que estão na linha de frente, ou seja, os trabalhadores da área da saúde. Já que no caso deles, o uso é algo indispensável. O ministro disse que está estudando o uso de outro tipo de equipamento para a população em geral.

“A gente vai fazer esse protocolo, vai divulgar, para a gente usar no ônibus, no ir e vir, pessoal que está na parte de menor contato, que fica mais na questão do isolamento social, mais no distanciamento, mas que precisa de reforço de barreira por conta da profissão, por conta da atividade.”, explicou Mandetta,

Isso quer dizer que provavelmente a população vai ter indicação de usar o equipamento de proteção em algumas situações. Essa vai ser mais uma medida para tentar evitar a terrível propagação do vírus.