Fim do Coronavírus pode estar próximo

Uma das maiores lutas a serem travadas nos últimos anos pelos cientistas do mundo inteiro, é a corrida contra o tempo para encontrar uma cura para o novo coronavírus e, essa cura só será possível através de uma vacina. Os noticiários todos os dias dão conta no número de milhares de mortes causadas pelo vírus no planeta.

No momento há seis projetos positivos de testes para vacinas contra a COVID-19, mas apenas quatro dessas seis poderiam ser fabricadas ainda neste ano de 2020, dependendo ainda de muitos testes.

Para os cientistas, o fim da pandemia só poderá ser alcançado com cerca de 60% das pessoas do mundo estando protegidas, ou seja, estiverem com anticorpos contra a doença.

O que poderia ser proporcionado pela criação da vacina à todos, o que causaria uma queda no número de infectados e as coisas poderiam voltar ao que eram antes.

São inúmeras as pesquisas e as tecnologias utilizadas para se chegar ao resultado positivo da vacina, é o que afirma a Organização Mundial da Saúde (OMS). Dessas várias possibilidades, ao menos seis estão em estudos clínicos em humanos, mas ainda falta passar por outras duas fases.

O assessor científico de Bio-Manguinhos/Fiocruz, Akira Homma, afirmou que em momento algum do planeta, tantas instituições e tantos governantes investiram tanto assim em ciência, para a descoberta e criação de uma vacina. Ele disse ainda, que há muitas esperanças, mesmo apesar de haver tanto cuidado envolvendo o processo.

As pesquisas da empresa Moderna, nos Estados Unidos, testaram oito pessoas que ao serem vacinadas, criaram anticorpos contra a doença. Oxford também está estudando uma vacina que pode ser de baixo custo. Muitos laboratórios estão confiantes de entregar uma vacina ainda este ano.