Parece um redemoinho normal, mas olhe bem no centro do buraco

A natureza pode ser tanto hipnotizante como incrivelmente poderoso. Este redemoinho filmado na Letônia é uma extraordinária demonstração de como um fenômeno natural que parece simples no começo, pode realmente ser uma tremenda força de destruição.

Os fenômenos naturais muitas vezes podem ser simultaneamente belos e assustadores. Naturalmente os redemoinhos que ocorrem e notável como eles podem variar muito em tamanho e impacto.

Janis Astics foi capaz de capturar um redemoinho de água perto das margens do rio Daugava em Dviete, Latvia.

Como o passar do tempo a dinâmica cresce, no entanto, o remoinho consome cada vez maiores pedaços de gelo, galhos e detritos.

Note-se que a enorme quantidade de massa sugada parece desaparecer sem deixar vestígios. Onde está todo esse material? Os resultados mais incríveis ocorrem após 04:00.

O planeta Terra é palco para muitos eventos misteriosos que ninguém consegue explicar.

Mas com a evolução da tecnologia e do conhecimento alguns desses fenômenos naturais estranhos já são explicados por cientistas e pesquisadores.

Será que tudo é uma questão de tempo para encontrarmos uma explicação? Ou sempre existirão coisas inexplicáveis?

Bom, alguns desses eventos e suas respectivas explicações podem ser vistas logo abaixo e eu já adianto: é inacreditavelmente fantástico.

1- Pôr do sol verde

01-46

A razão para o seu aparecimento se baseia na refração da luz na atmosfera.

O feixe de luz se move mais lentamente no baixo horizonte, devido a densidade do ar, de modo que a luz solar segue caminhos ligeiramente curvos, na mesma direção que a curvatura da Terra.

Maiores frequências de luz (verde, azul) se curvam mais que as menores (laranja,vermelho), de forma que os raios azuis e verdes se tornam mais visíveis na superfície solar, sendo que os tons mais quentes se obstruem.

Brilhos verdes são reforçados pela inversão atmosférica, que aumentam a densidade gradiente e, por conseqüência, a refração luminosa.

Podemos esperar ver também um brilho azul, mas o azul é mais disperso na linha de visão humana, e comumente acaba aparecendo verde.

2- Porta para o inferno

The-Gates-of-Hell-in-Turkmenistan-004

A Cratera de Darvasa, também chamada de Porta para o Inferno é um campo de gás natural localizado em Derweze (também escrito Darvaza, que significa “porta”), na província de Ahal, no Turcomenistão.

A cratera é conhecida pela sua chama que vem queimando continuamente desde 1971, alimentada pelos ricos depósitos de gás natural na área. Ela exala um forte cheiro de enxofre que pode ser sentido à distância.

3- Relâmpagos em vulcões

Relampago-vulcanico

As erupções vulcânicas produzem imensas quantidades de partículas carregas eletricamente e estática.

Assim como esfregar o pés em um tapete e tomar um choque ao tocar a maçaneta, estas erupções produzem estes relâmpagos de cor violeta, porém, numa intensidade muito maior

4- Rochas redondas

images-1-1-1

Na praia de Koekohe, na Nova Zelândia, é possível ver pedras esféricas praticamente perfeitas.

Elas são resultado do acúmulo de sedimentos que foram se aglomerando no fundo do mar por mais de 60 milhões de anos, tornando-se pedras.

5- Migração das borboletas monarcas

1024x1024

Quando a temperatura nos EUA diminui em outubro, milhões e milhões de borboletas monarcas começam uma viagem bem longa para locais mais quentes para passar o inverno, no México.

A viagem percorre uma distância de mais de 4.000 quilômetros e proporciona um evento belíssimo da revoada destes insetos.

6- Grande cardume de sardinhas

Todos os anos na região da Cidade do Cabo, na África do Sul, cardumes gigantes de sardinhas, que podem ser vistas através de imagens de satélite, chegam para procurar águas menos frias.

NTD-the-raw-beauty06-1

A região é um local com grandes populações de tubarões que aproveitam a chegada destes peixes para se fartar.

E aí o que achou da força da natureza? É incrível não é? Comente!