Coronavírus pode sobreviver em sola de calçados por até 5 dias: médicos explicam o que fazer

Em meio ao surto vivido do novo coronavírus, todo cuidado se torna necessário a fim de frear a disseminação da doença. Em uma matéria do portal Daily Mail, médicos infectologistas fizeram um alerta: o vírus pode viver nas solas dos calçados por até 5 dias.

Devido a essa característica, o vírus do Covid-19 pode facilmente ser transportado de lugares populosos, como por exemplo os mercados, aeroportos ou os transportes públicos, diretamente para dentro da sua casa.

As solas normalmente são produzidas com materiais sintéticos com a finalidade de serem duráveis, não passando ar, líquido ou umidade. Geralmente são usados borracha ou couro na produção dos sapatos.

A parte superior dos calçados, como por exemplo os cadarços, podem ser um terreno muito fértil para fungos, bactérias, vírus e gotículas respiratórias. Uma pessoa que for portadora do Covid-19 pode facilmente repassar o vírus para qualquer outro lugar.

Médicos aconselham sobre o que fazer

Aquelas pessoas que, mesmo no momento vivido de isolamento social, precisem ir à rua ou sair para trabalhar, ao retornar para residência, a recomendação é para que sempre deixe os calçados pra fora de casa, retirando-o antes de adentrar ao recinto.

Aqueles sapatos que são feitos de lona, couro falso ou tecido macio, devem ser limpados na máquina de lavar. Os sapatos de couro ou botas para trabalho, por sua vez, devem ser limpos à mão com o uso de desinfetantes.

No Brasil, são mais de 2.000 casos registrados de Covid-19, e 47 mortes em decorrência da doença.