Morre famoso pastor brasileiro da igreja Assembléia de Deus de Covid-19, e Bolsonaro lamenta: “o Senhor abraça um filho”

A Covid-19, vem fazendo milhares de vítimas no Brasil. Já foram registradas mais de 67 mil mortes pela doença e mais de 1,6 milhão de casos.

Dentre as milhares de vítimas, alguns são famosos. Um pastor conceituado da Assembleia de Deus faleceu em decorrência de complicações da doença e ocasionou um grande luto entre os evangélicos brasileiros.

Trata-se de Sebastião Rodrigues de Souza, que tinha 89 anos e estava internado após ter sido infectado pelo novo coronavírus. O falecimento do pastor foi informado na manhã desta quarta-feira, 8 de julho, na cidade de Cuiabá, no estado de Mato Grosso.

O filho do pastor havia morrido 5 dias antes. Rubens Siro de Souza, de 68 anos, era pastor da mesma igreja que o pai e também não resistiu às complicações da doença Covid-19. A esposa do pastor Sebastião também foi infectada e, aos 90 anos, conseguiu ser curada, tendo alta um dia antes da morte do marido.

Pai e filho estavam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular na cidade de Cuiabá desde o final do mês de junho.
whatsapp-image-2020-06-29-at-13.42.20Presidente Bolsonaro lamentou a morte do pastor – Também infectado pela Covid-19, o presidente está se tratando com o uso de hidroxicloroquina, medicamento que não teve sua eficácia comprovada.

Bolsonaro, em nota, falou sobre a morte do pastor Sebastião Rodrigues e lamentou a grande perda do evangélico. “A terra perde valoroso obreiro, mas o Senhor abraça um filho que venceu! Meus sinceros sentimentos a toda comunidade cristã e à família do querido pastor Sebastião!“, disse o presidente da República.