Auxílio emergencial: datas para saques disponíveis

Auxílio emergencial! Confira abaixo, datas para saques!

Bancos públicos e lotéricas estão disponíveis os saques e depósitos dia 14 de abril.

Entre 600,00 à 1200,00, o auxílio emergencial veio como medida para ajudar os trabalhadores autônomos, microempresários e informais durante o período de crise causada pela pandemia do coronavírus e estará disponível à partir de 14 de abril.

Clientes Caixa e Banco do Brasil podem receber antes, informa Pedro Guimarães, presidente da Caixa. O auxílio será depositado durante 3 meses, podendo ser prorrogado pelo executivo.

Aqueles que receberão o auxílio, podem solicitar que o depósito seja feito no banco de sua preferência, livre de taxas. Para saques, podem utilizar agências da Caixa, Casa Lotérica, Banco do Brasil, Banco da Amazônia e Banco do Nordeste, seguindo o calendário abaixo:

1a parcela: até 14 de abril (Conta poupança da Caixa e correntistas do BB, podem receber antecipado direto na conta).
2a parcela: entre 27 e 30 de abril
3a parcela: entre 26 e 29 de maio

O app e site para cadastro no programa foi lançado nesta terça-feira! O app serve para todas as pessoas que não têm o Cadastro Único, a fim de soliticar o benefício.

MEIs, informais e autônomos devem se atentar e preencher o formulário pelo App. Os demais já se considerem aptos à receber o benefício.
Informais ou empreendedores sem registro hoje são os grupos mais afetados pelo avanço da pandemia.
Conforme últimas informações do IBGE, esses trabalhadores chegam à 38 milhões, equivalente a 40,6% da força trabalhista do país.

Recebe até 3 mensalidades de 600,00, acaso:

Ser maior de 18 anos;
Não ter acesso a benefícios previdenciários ou assistenciais: aposentadoria ou seguro-desemprego;

Não tem carteira assinada, mas se enquadra nas seguintes condições: ser MEI, Contribuinte do Regime Geral da Previdência Social, trabalhador informal inscrito no Cadastro Único do Governo;

Ter contrato de trabalho intermitente, mas inativo (garçons, atendentes e profissionais que atuem com esse regime) ou sem remuneração;

Ter Renda Familiar abaixo de 3 salários mínimos (3135,00) ou meio salário mínimo por pessoa (522,50), para o cálculo entram rendimentos brutos, sem descontos;

Não ter recebido mais de 28.229,70 em renda tributável (salários, etc) em 2018;

Ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março no CadÚnico;

Os que não tiverem se cadastrado no CadÚnico até 20/03, deve preencher a ficha de autodeclaração no APP, sendo verificado a veracidade do mesmo, antes de qualquer depósito;

Poderá receber até 1200,00 em 3 mensalidades, se:

Mulher chefe de família , sem companheiro.

Acúmulo de benefícios e Bolsa família
Quem recebe bolsa família também tem direito ao auxílio, mas tem que abdicar de um dos benefícios e ficar com o que oferecer melhor vantagem.

Poderão receber 600,00 até 2 pessoas por família, podendo ser combinado com o bolsa família, ex: mãe recebe bolsa família e pai auxílio emergencial, dentro dos requisitos de renda limite, ou ambos recebendo auxílio emergencial, se for mais vantajoso;

Outras medidas:

O INSS tem autorização de antecipar um salário mensal à quem pedir auxílio-doença;

Empresas podem descontar da contribuição patronal do INSS algumas despesas ao afastar o empregado por causa da Pandemia;