Babosa: aprenda como eliminar a aloína (substância tóxica) da planta

A babosa, também conhecida como aloe vera, é uma planta utilizada há milhares de anos devido às suas propriedades medicinais. Na parte interna de suas folhas, é encontrado um gel que, após ser extraído, pode ser amplamente usado em tratamentos para pele, cabelos e saúde em geral.

Além disso, da parte mais externa, é extraída uma substância chamada aloína, que possui efeitos tóxicos ao organismo. Por isso, saiba mais sobre a planta antes de colocá-la em sua rotina e aprenda como eliminar essa substância tóxica.

O que é a aloína?
A aloína é um ativo natural de coloração amarela e resinoso que é extraído da folha da babosa. Essa substância é tóxica e pode causar irritação, coceiras ou alergias, dependendo muito do organismo de cada pessoa.

Por isso, sempre que for utilizar o gel da babosa, tanto no consumo interno quanto externo, é necessário remover a aloína para evitar complicações. Desse modo, separamos um guia completo para que você possa eliminar essa substância da sua planta antes de usá-la.

Veja abaixo, o passo à passo de Como eliminar a aloína da babosa

Corte a folha da babosa, lave bem com uma esponja – pode ser aquela que você usa para lavar frutas e legumes, sem sabão. Seque com um pano limpo e, em seguida, corte a folha em pedaços menores, do tamanho que achar melhor.

Retire os espinhos da lateral da folha, cortando com uma faca na vertical (de cima para baixo). Na sequência, retire a casca, ficando somente com o gel e coloque-o em um recipiente com água limpa.

Deixe os pedaços de gel submersos na água por duas horas, porém é necessário trocar essa água a cada uma hora. Após esse processo, o gel está pronto para ser utilizado em suas diversas funções.

Benefícios da babosa
A babosa contém vitaminas A, B1, B2, B6, B12, C e E, minerais como cálcio, ferro, magnésio selênio e zinco. Além disso, também é fonte de ácidos graxos, aminoácidos, fibras solúveis e compostos ativos.

Todos esses nutrientes e substâncias proporcionam diversas propriedades para a planta que beneficiam a saúde da pele e do organismo como um todo. Portanto, são inúmeros os benefícios. Confira!

Propriedades antidiabéticas
Segundo estudo da Universidade de Exeter, no Reino Unido, a babosa pode ajudar a reduzir a glicemia em pessoas diabéticas. Quando consumida, o gel da planta, auxilia na redução dos níveis de gordura no sangue em pacientes com hiperlipidemia.

.Hiperlipidemia – é uma doença que ocorre quando a pessoa está com excesso de gordura no organismo.

Atividade anti-inflamatória, analgésica e cicatrizante
A babosa possui um polissacarídeo chamado acemanana, que, de acordo com estudo da Fundação Hermínio Ometto, tem atividade anti-inflamatória e cicatrizante. Conforme estudo da Universidade de Ciências Médicas de Jondishapur, no Irã, a babosa pode contribuir no tratamento das seguintes doenças:

.Herpes genital
.Psoríase
.HPV
.Dermatite seborreica
.Estomatite
.Líquen plano
.Queimaduras
.Feridas
.Inflamação
.Agente antifúngico

Melhora a digestão e combate pedra nos rins
A babosa ajuda a eliminar as enzimas digestivas, neutralizando os ácidos estomacais. Também regula o trânsito intestinal e fortalece a função do sistema digestivo. Além disso, quando consumida em forma de suco, tem ação laxante, o que ajuda a prevenir a prisão de ventre.

Também ajuda a amenizar a azia, pois atua no controle da secreção de ácido dentro do estômago. E por fim, devido à sua ação desintoxicante, elimina as toxinas do organismo, ativando as funções dos rins e do fígado.

Combate a dor muscular
A babosa tem ação anestésica, anti-inflamatória e cicatrizante, podendo auxiliar no alívio de dores musculares, ósseas e reumatismo. Para obter esses benefícios, você pode fazer uma compressa com o gel da planta e aplicar na área dolorida.

Trata gripes e resfriados
A babosa contém propriedades antibióticas que ajudam no tratamento de gripes, resfriados, asma, bronquite e rinite.

Faz bem para a pele
O gel da babosa contém vitaminas, enzimas, aminoácidos, minerais e outras substâncias que hidratam a pele, proporcionando os seguintes benefícios:

.Hidrata e refresca a pele, pois contém muita água;
.Ajuda a manter a vitalidade e evitar manchas na pele
.Retarda o envelhecimento precoce, devido ao alto teor de colágeno e elastina;
.Age contra doenças da pele, pois tem ação antibacteriana, anti-inflamatória e cicatrizante;
.Trata queimaduras solares, devido ao efeito anti-inflamatório, cicatrizante e hidratante.

Saúde capilar
O gel de babosa, devido às vitaminas e minerais, quando aplicado no couro cabeludo, nutre profundamente os fios, auxiliando no crescimento capilar. Além disso, age como um protetor solar, protegendo os cabelos contra os danos causados pelos raios UV, clima seco, vento e chuva.

Desse modo, ajuda a proporcionar brilho aos fios, além de deixá-los mais fortes e menos quebradiços. Também elimina a oleosidade excessiva do couro cabeludo, reduzindo assim a coceira, descamação, irritação e a caspa.

Saúde bucal
Devido aos minerais e vitaminas presentes na babosa, quando consumida em forma de suco, ela ajuda a fortificar os dentes.

Além disso, suas propriedades antibacterianas e antimicrobianas auxiliam no combate de germes e bactérias que causam a cárie e outros problemas bucais.

Melhora a qualidade do sono
O gel da babosa contém triptofano, um aminoácido responsável pela produção de hormônios que melhoram o sono.

Suco de babosa
Após remover a aloína da babosa, você pode preparar este suco para aproveitar os benefícios da planta.

Ingredientes:
.2 colheres (sopa) de gel de babosa
.1 copo de água (200 ml)
.1 colher (sopa) de mel
.Suco de um limão ou laranja

Modo de preparar:
Coloque o gel da babosa no liquidificador, adicione a água, o mel, o suco cítrico (limão ou laranja) e bata até obter uma bebida homogênea.
Tome em seguida.