Enquanto brincava de pula-pula em em praça de Caxias, a menina foi abordada por homem que se fazia passar por seu pai, e desapareceu

Neste domingo(8) uma menina de 9 anos desapareceu quando estava brincando numa pracinha, no Parque Fluminense, situado em Duque de Caxias. Segundo os relatos das testemunhas que estavam no local, um homem se aproximou e identificou-se como sendo o pai da menina, e acabou por levar a garota que estava brincando em um pula-pula.

Tudo aconteceu por volta das 21h deste último domingo, a criança Maria Eduarda de Azevedo da Silva, de 9 anos, estava acompanhada da  mãe e irmã,, enquanto estava brincando em um pula-pula.

Quando a mãe regressou para ir pegar a menina, foi informada pela pessoa que estava responsável pelo brinquedo, que a menina já a tinham pegado.

Testemunhas, ainda relataram que um homem se aproximou quando a menina juntamente com uma colega, saíram do pula-pula. Já a mãe da outra criança, afastou a filha, e depois de fazer perguntas ao homem ele confirma ser pai da criança.

Para ajudar nas buscas da menina, a mãe diz que na altura ela usava um maiô rosa e uma saia-short preta. A queixa foi de imediato apresentada na 60°DP daquela localidade próxima, e a família procura através das câmeras de estabelecimentos próximos do local.

E pede que quem souber alguma informação sobre o paradeiro da menina, pode entrar em contacto com o Disque Denúncia pelo telefone 2252-1177

Pede-se a todos os moradores daquela zona, que tenham avistado a criança, que entrem de imediato com as autoridades. Pois o homem que se apresentou como pai da menina, é um estranho, e a criança continua desaparecida sem rasto.

Vale lembrar que o cuidado com as crianças nos parques infantis deverá ser reforçado. Existe muito rapto por pessoas se fazendo passar por familiares e maioria das vezes amigos. Pegando assim as crianças e levando, quando isso acontecer, deverá pedir um documento de identificação e contactar os responsáveis a fim de confirmar.

Via: g1.globo.com